NUPPRE
  • Curso ULTRA-PROCESADOS: ¿QUÉ SON Y CÓMO AFECTAN LA SALUD Y EL DERECHO A LA ALIMENTACIÓN ADECUADA?

    Publicado em 22/03/2022 às 17:51

    As Faculdades de Química e Nutrição da Universidad de la República, Uruguai, estão oferecendo um curso gratuito, intitulado “ULTRA-PROCESADOS: ¿QUÉ SON Y CÓMO AFECTAN LA SALUD Y EL DERECHO A LA ALIMENTACIÓN ADECUADA?”.

    As aulas estão sendo gravadas e estão disponíveis no Youtube, no link: https://www.youtube.com/channel/UCB6CwGdMi6DJwumU_xQ_h8Q

    De forma síncrona o curso ocorre todas às terças e quintas, das 17:30 às 19:30, até o dia 07/04.

    Mais informações estão no cartaz anexo a este e-mail, ou na página https://www.nutricion.edu.uy/?p=7957

     


  • Membros do NUPPRE participam de capítulo no livro “Sustentabilidade, circuitos curtos de abastecimento e compras públicas de alimentos”

    Publicado em 19/03/2022 às 12:09

    Confira o capítulo “Sustentabilidade em alimentação coletiva: potencialidades e desafios” escrito com a participação de membros no NUPPRE no livro “Sustentabilidade, circuitos curtos de abastecimento e compras públicas de alimentos“.

     


  • Nutrition claims on sugary fruit drinks can lead to less healthy choices for children, new study finds

    Publicado em 12/03/2022 às 19:43

    Parents are more likely to choose a fruit drink with added sugar for their young child when the drink’s packaging includes nutrition-related claims, researchers with the Global Food Research Program found in a study published in the American Journal of Clinical Nutrition.

    This study is among the first to look at how claims influence parents’ drink purchases for their young child (ages 1-5).

    In their experiment, the research team invited parents to “shop” in a virtual convenience “store” (similar to a video game, right) on participants’ own computers. The study’s 2,219 participants were randomly assigned to view fruit drinks displaying one of three claims (“No artificial sweeteners,” “100% Vitamin C,” or “100% All Natural”) or no claim.

    Leia na íntegra.


  • Água da torneira tem produtos químicos e radioativos em 763 cidades

    Publicado em 12/03/2022 às 19:42

    Todos nós bebemos pequenas doses diárias de substâncias químicas e radioativas. São agrotóxicos e outros resíduos da indústria que se misturam aos rios e represas. Alguns especialistas defendem que não há risco se elas estiverem dentro do limite regulamentado. Outros argumentam que as doses aceitas no Brasil são permissivas, pois são bem mais altas que as da União Europeia.

    Leia na íntegra.


  • Modulação Epigenética

    Publicado em 05/03/2022 às 9:07

    A Sociedade Brasileira de Genética (SBG) vem a público esclarecer sobre matéria da imprensa com alegações de influenciadores digitais sobre uma dieta capaz de realizar “modulação epigenética”, como a veiculada em recente programa dominical da TV Record.

    Leia na íntegra.


  • Edital para bolsas PDSE Doutorado Sanduíche no Exterior – Seleção 2022

    Publicado em 28/02/2022 às 11:29

    Estão abertas as candidaturas para bolsas no Programa de Doutorado no País com Estágio Sanduíche no Exterior – PDSE /CAPES. Os interessados deverão realizar sua inscrição entre os dias 04 a 11 de de março de 2022.

    Confira o edital e outras informações.


  • Amazônia, Prêmio Infovacina, campanha #cientistaDaBori e mais!

    Publicado em 22/02/2022 às 14:28

    A Bori completa dois anos neste mês — com quase 300 estudos de instituições de pesquisa do Brasil antecipados de maneira explicada à imprensa e mais de 1.600 jornalistas ativos de todo o país acessando diariamente nosso sistema em busca de pautas e especialistas!

    E, para comemorar esse aniversário tão importante, lançamos uma nova área de suporte à imprensa com apoio do Instituto Clima e Sociedade (iCS), um novo prêmio com apoio do Sabin Institute e uma nova campanha com apoio do Serrapilheira (#cientistasDaBori).

    E ainda vem mais novidades por aí! Parabéns, Bori!

    Leia na íntegra.


  • CFN pede a rejeição do PL 6299/2002 ao Senado Federal

    Publicado em 22/02/2022 às 8:07

    Em um movimento contrário à aprovação do Projeto de Lei 6299/2002, conhecido como “Pacote do Veneno”, o Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) enviou ao Senado Federal uma nota técnica (Leia Aqui) em repúdio ao teor da matéria, na qual apela para que os senadores rejeitem o texto que tramita na Casa. Em comunicado enviado aos parlamentares, o CFN afirma que este projeto de lei representa “uma ameaça gravosa à saúde, ao meio ambiente e à vida de brasileiras e brasileiros”.

    Em síntese, a nota produzida pela Unidade Técnica do CFN lista os prejuízos que a aprovação do PL 6299/2002 representa para a sociedade brasileira, especialmente à saúde da população e ao meio ambiente. Além disso, o documento destaca os números da pesquisa realizada pela Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida, junto à Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco). Essa pesquisa estima que a população brasileira está exposta a uma média (ambiental/ocupacional/alimentar) de 7,6 litros de agrotóxicos por habitante ao ano.

    Leia na íntegra.


  • Mulheres na ciência

    Publicado em 11/02/2022 às 20:21

    Em 11 de fevereiro é comemorado o Dia Internacional de Mulheres e Meninas na Ciência, data criada pelas Nações Unidas para dar visibilidade ao papel das mulheres na pesquisa científica, incentivar o interesse de meninas pela área e buscar a equidade de gênero.

    Só 30% dos cientistas do mundo são mulheres, segundo uma estimativa da Unesco. No Brasil, apesar dos avanços no acesso ao ensino superior e à carreira acadêmica, elas ainda estão sub-representadas, particularmente em campos das ciências exatas.

    Leia na íntegra a newsletter do Nexo Jornal abaixo.

    Continue a leitura » »


  • Governo Bolsonaro “abriu a porteira” para agrotóxicos

    Publicado em 01/02/2022 às 17:39

    O governo de Jair Bolsonaro deu um forte impulso à liberação de agrotóxicos dos mais perigosos em 2021, segundo parecer da professora Sonia Corina Hess, titular de Química da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Campus de Curitibanos.

    O estudo foi encomendado pelo Ministério Público Federal, Ministérios Públicos Estaduais, órgãos do Poder Judiciário federal e dos estados, além do Fórum Nacional e fóruns estaduais de combate aos impactos dos agrotóxicos e transgênicos, entre outras instituições.

    Leia na íntegra.


  • Luva que detecta agrotóxicos em alimentos

    Publicado em 21/01/2022 às 9:46

    Karina Ninni | Agência FAPESP – Cientistas da Universidade de São Paulo (USP) criaram um dispositivo sensor vestível embutido em uma luva de borracha sintética capaz de detectar resíduos de pesticidas em alimentos. O trabalho, apoiado pela FAPESP, foi idealizado e liderado pelo químico Paulo Augusto Raymundo-Pereira, pesquisador do Instituto de Física de São Carlos (IFSC-USP).

    O dispositivo tem três eletrodos, localizados nos dedos indicador, médio e anelar. Eles foram impressos na luva por meio de serigrafia, com uma tinta condutora de carbono, e permitem a detecção das substâncias carbendazim (fungicida da classe dos carbamatos), diuron (herbicida da classe das fenilamidas), paraquate (herbicida incluído no rol dos compostos de bipiridínio) e fenitrotiona (inseticida do grupo dos organofosforados). No Brasil, carbendazim, diuron e fenitrotiona são empregados em cultivos de cereais (trigo, arroz, milho, soja e feijão), frutas cítricas, café, algodão, cacau, banana, abacaxi, maçã e cana-de-açúcar. Já o uso de paraquate foi banido no país pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

    Leia na íntegra.

     


  • Perguntas e respostas sobre óleos e gorduras vegetais

    Publicado em 20/01/2022 às 14:57

    Já está disponível o documento de Perguntas e Respostas sobre óleos e gorduras vegetais utilizados em alimentos. A publicação esclarece dúvidas frequentes sobre a nova regulamentação a respeito do tema, ou seja, a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 481/2021 e a Instrução Normativa (IN) 87/2021.

    O objetivo é auxiliar os órgãos que compõem o Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS) e as empresas fabricantes de alimentos na aplicação e na interpretação da legislação sanitária.

    Destaca-se que o documento é composto por um total de 51 perguntas e respostas que abordam aspectos diversos sobre o assunto, incluindo questões gerais sobre óleos e gorduras vegetais e os requisitos para óleos e gorduras vegetais modificados e compostos.

    Além disso, a publicação traz esclarecimentos sobre os prazos para a vigência das normas e para a adequação dos produtos aos novos requisitos estabelecidos.

    Clique aqui e acesse as Perguntas e Respostas sobre óleos e gorduras vegetais

    Confira também o painel de Perguntas e Respostas de Alimentos


  • O efeito do açúcar no cérebro de crianças e adolescentes | Nexo Jornal

    Publicado em 18/01/2022 às 7:05

    Os pais frequentemente se preocupam com a quantidade de açúcar ingerida por seus filhos, mas pode ser difícil saber quanto é demais – ou o que fazer com isso.

    A glicose – um açúcar simples que forma a base da maioria dos alimentos ricos em carboidratos – é a principal fonte de energia para o cérebro. Os cérebros saudáveis requerem uma fonte contínua de energia e nutrientes para alimentar o crescimento, a aprendizagem e o desenvolvimento.

    No entanto, isso não significa que o consumo extra de açúcar seja bom para o cérebro em desenvolvimento. Muito açúcar pode, na verdade, ser prejudicial ao seu crescimento normal.

    Sou uma nutricionista clínica e uma cientista da nutrição com foco em neurociência. Minha pesquisa gira em torno da compreensão do impacto da dieta e do estilo de vida no funcionamento do cérebro e no bem-estar mental. Os resultados preliminares do meu estudo indicam que o consumo de alimentos açucarados está associado à angústia mental – como a ansiedade e a depressão – e ao sono perturbado.

    Acesse na íntegra.


  • Natália Pasternak: Devemos ser multiplicadores da mensagem da ciência

    Publicado em 17/01/2022 às 8:13

    Durante a pandemia, a microbiologista Natália Pasternak tornou-se figura conhecida da população brasileira graças à sua presença constante em reportagens para esclarecer fatos científicos às pessoas comuns. Como uma das vozes mais potentes do país no combate ao negacionismo da ciência, ela foi considerada uma das 100 mulheres mais influentes do mundo em 2021 — a única brasileira da lista publicada pela BBC.

    Presidente do Instituto Questão de Ciência e professora convidada na Fundação Getulio Vargas e na Universidade de Columbia (EUA), Natália acredita que o negacionismo não é motivado pelos fatos em si, mas pelo que eles representam. “A negação do fato científico não tem a ver com a ciência, tem a ver com as consequências de se levar esse fato a sério. O negacionismo é uma manutenção do status quo“, afirma.

    Ela investiga o assunto no livro “Contra a Realidade: A negação da ciência, suas causas e consequências” (Editora Papirus 7 Mares), fruto de uma parceria com o jornalista Carlos Orsi, com quem também escreveu o livro “Ciência no Cotidiano” (Editora Contexto), vencedor do Prêmio Jabuti em 2021.

    Em conversa com Ecoa, Natália discute o filme “Não Olhe Para Cima” — que vem rendendo muitas comparações entre ela e a personagem Kate Dibiasky (Jennifer Lawrence) pela postura de ambas no combate à desinformação —, os perigos e as estratégias do negacionismo e como aproximar as pessoas da ciência.

    Leia na íntegra.


  • Atacadão é condenado a pagar indenização de R$ 100 mil por vender produtos com agrotóxicos proibidos pela Anvisa

    Publicado em 14/01/2022 às 18:13

    Em análise de amostras de morango foram encontrados resíduos de agrotóxicos não autorizados pela Anvisa (Captana e Piraclostrobina) e nas analises no alface mostraram utilização do agrotóxico Imidacloprido em quantidade acima do permitido.

    Leia na integra.


  • Os top 5 estudos da Bori, cobertura da variante Ômicron e muito mais!

    Publicado em 13/12/2021 às 18:02

    As cinco pesquisas da Bori que mais repercutiram na imprensa em 2021 tratam de temas como emergência de doenças infecciosas, alimentação infantil e impacto do desmatamento da Amazônia. Elas tiveram entre 50 a 200 replicações na imprensa escrita imediatamente após sua publicação  — e foram produzidas nas universidades federais do Rio Grande do Sul, do Rio de Janeiro, de Santa Maria, nas estaduais do Rio de Janeiro e do Ceará e na Fundação Getulio Vargas (FGV/EAESP). Confira a lista!


  • Ressignificando a alimentação fora do lar

    Publicado em 11/12/2021 às 9:03

    Quando os homens idosos moram sozinhos

    A abordagem da ressignificação da alimentação fora do lar por homens idosos foi o propósito da pesquisa de mestrado da Professora Doutora Claudiane Monsores de Sá Cavalcante intitulada “Sentidos e significados da alimentação para homens idosos em um programa de saúde”. O estudo foi elaborado no Núcleo de Estudos sobre Cultura e Alimentação (NECTAR) sob orientação de Maria Cláudia da Veiga Soares Carvalho e Francisco Romão Ferreira. A dissertação foi defendida em 2013 no Programa de Pós-graduação em Alimentação, Nutrição e Saúde da UERJ.

    Leia na íntegra.


  • Tabela de informações nutricionais é tema de webinar da Anvisa

    Publicado em 03/12/2021 às 14:50

    Na próxima quinta-feira (9/12), às 10h, a Anvisa irá realizar um seminário virtual sobre a tabela de informações nutricionais de alimentos.

    Na ocasião, será abordada a regulamentação aprovada pela Anvisa sobre rotulagem nutricional, com ênfase em questões da referida tabela. As normas que tratam sobre o tema são a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 420/2020 e a Instrução Normativa (IN) 75/2020.

    Para participar do evento, basta clicar no link abaixo, no dia e horário agendados. Não é preciso fazer cadastro prévio.

    Dia 9/12, às 10h – Webinar: A tabela de informações nutricionais, conforme a RDC 420/2020 e a Instrução Normativa 75/2020.


  • Diálogo Nacional para Promoção da Alimentação Adequada e Saudável

    Publicado em 01/12/2021 às 8:40

    O Diálogo Nacional integra a agenda de trabalho do Brasil para o Ano Internacional das Frutas, Legumes e Verduras (FLV) e tem como objetivo impulsionar as discussões sobre Promoção da Alimentação Adequada e Saudável, com base no Guia Alimentar da População Brasileira, por meio do fomento às iniciativas de incentivo à produção, à disponibilidade, ao acesso e ao consumo de frutas, legumes e verduras. No evento também serão apresentadas experiências inscritas no Laboratório de Inovação – Incentivo à produção, à disponibilidade, ao acesso e ao consumo de frutas, legumes e verduras.

    Saiba mais.


  • DEMETRA: Alimentação, Nutrição & Saúde publica nova edição

    Publicado em 01/12/2021 às 8:38

    A revista DEMETRA: Alimentação, Nutrição & Saúde informa a publicação, em fluxo contínuo, de artigos do volume 16 (2021). Foram
    publicados seis artigos, em português e inglês. Visite.


  • Bori forma seu Conselho Consultivo e fortalece as vozes científicas na imprensa!

    Publicado em 30/11/2021 às 7:30

    A Bori conta, agora, com um Conselho Consultivo composto por dez especialistas, que vão auxiliar a agência nas suas tomadas de decisão. São empreendedores, empresários, cientistas, gestores e jornalistas do mercado com ampla experiência nas suas áreas, que se reunirão com a equipe da Bori a cada semestre para refletir sobre o trabalho da agência. A primeira reunião foi neste mês de novembro. Conheça quem faz parte do nosso conselho.


  • Atlas das Situações Alimentares: a disponibilidade domiciliar de alimentos e a fome no Brasil contemporâneo

    Publicado em 24/11/2021 às 7:41

    Elaborado por José Raimundo Sousa Ribeiro Junior (geógrafo), Mateus de Almeida Prado Sampaio (geógrafo), Daniel Henrique Bandoni (nutricionista) e Luiza De Carli (designer), o atlas apresenta uma síntese das situações alimentares e analisa a evolução da fome e do risco de fome no país. Com base em um debate conceitual sobre a disponibilidade de alimentos e a fome e por meio de representações gráficas e cartográficas, seu objetivo é contribuir para o entendimento e superação dos problemas relativos à alimentação.

    O atlas em formato digital tem acesso aberto e está disponível aqui.

    O CPPNAC (UNIFESP) convida para o lançamento do Atlas das Situações Alimentares: a disponibilidade domiciliar de alimentos e a fome no Brasil contemporâneo. O lançamento será transmitido ao vivo no dia 26 de novembro (sexta-feira) às 18h no canal do CPPNAC no youtube.

    No lançamento, os autores apresentarão as principais características do atlas e debaterão seu processo de elaboração. Em seguida, teremos um momento reservado para perguntas e respostas.


  • Seminário sobre Obesidade Infantil e Ambiente Alimentar Escolar e Publicidade de Alimentos

    Publicado em 17/11/2021 às 14:22

    Nos dias 9 e 10 de dezembro, o Grupo de Estudos, Pesquisas e Práticas em Ambiente Alimentar e Saúde (GEPPAAS) da UFMG vai realizar o Seminário Obesidade infantil e a pesquisa no Brasil: Estudo do impacto da regulação do ambiente alimentar escolar e da publicidade de alimentos.

    O evento será transmitido no canal do YouTube da Escola de Enfermagem da UFMG e ocorrerá das 16h00 às 18h30. As incrições podem ser feitas até 8/12 pelo link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfNFFDwYCFfsWEtvUUAt3FHOLTCDYF-hs87QgXJLd8IAHdBOA/viewform

    A seguir vocês encontram a programação e mais informações podem ser acessadas em http://www.enf.ufmg.br/index.php/noticias/2306-seminario-gratuito-sobre-obesidade-infantil-e-a-pesquisa-no-brasil-tem-inscricoes-abertas:

    9/12/2021

    – 16h00-16h10: Abertura do evento
    – 16h10-16h40: Conferência Magna: Ambiente alimentar e obesidade infantil no Brasil: evidências atuais e como avançar na pesquisa científica Palestrante: Dra Luana Caroline dos Santos – UFMG
    – 16h40-18h20: Mesa: Metodologias para avaliação da obesidade infantil, ambiente alimentar escolar e publicidade de alimentos dirigida à criança Palestrantes: Dra Juliana Farias de Novaes – UFV, Doutoranda Lúcia Helena Almeida Gratão – UFMG, Doutoranda Juliana de Paula Matos – UFMG Moderação: Bruna Vieira de Lima Costa – UFMG
    – 18h20-18h30: Encerramento do primeiro dia do evento
    10/12/2021
    – 16h00-16h10: Abertura do segundo dia do evento
    – 16h10-17h50: Mesa: Obesidade infantil e análise de impacto de políticas públicas
    Palestrantes: Dr Ivan Ricardo Zimmermann – UNB, Dra Ariene Silva do Carmo – CGAN, Dra Laís Amaral Mais – IDEC
    Moderação: Rafael Moreira Claro UFMG
    – 17h50 18h20: Debate: avanços e desafios da pesquisa sobre ambiente alimentar escolar e publicidade de alimentos dirigida à criança
    Palestrantes: Dra Paula Martins Horta UFMG, Dra Larissa Loures Mendes UFMG
    Moderação: Dra Milene Cristine Pessoa UFMG
    – 18h20 18h30: Encerramento

  • Em defesa da ciência, com ética, escrevem ex-integrantes da CNTBio

    Publicado em 12/11/2021 às 8:25

    Em atenção à nota “O STF julga um atentado à ciência brasileira“, na condição de pesquisadores e ex-integrantes desta Comissão, afirmamos o que segue. A nota refere-se à ação direta de inconstitucionalidade (ADI) ajuizada em 2005 que questiona um conjunto de dispositivos da Lei de Biossegurança e foi publicada no Poder360 em 4 de setembro de 2021, assinada por ex-presidentes da CTNBio (Comissão Técnica Nacional de Biossegurança)….

    Leia na íntegra.


  • Por que agricultores brasileiros estão deixando de plantar feijão – e o que isso tem a ver com a fome

    Publicado em 09/11/2021 às 14:47

    Quem vê as plantações de soja a perder de vista no horizonte de Capão Bonito, no interior de São Paulo, não imagina que esta era, até o início dos anos 2000, a “capital do feijão”.

    Nas últimas duas décadas, uma série de fatores mudou o perfil das lavouras da região e contribuiu para que o feijão perdesse espaço. Literalmente: nas estimativas do engenheiro agrônomo Nélio Masayuki Uemura, da Cooperativa Agrícola de Capão Bonito, a área plantada encolheu de 15 mil hectares para cerca de 3 mil hectares.

    Entre os fatores que explicam a mudança está a praga da mosca branca, que chegou por volta do biênio entre 2000 e 2001 e praticamente inviabilizou uma das duas safras de feijão cultivadas todo ano pelos produtores da região. Outro determinante foi a inserção do Brasil nas grandes cadeias de commodities.

    Leia na íntegra.


  • O PORQUÊ DO TERMO AGROTÓXICO

    Publicado em 21/10/2021 às 13:55

    ADILSON D. PASCHOAL, Ph.D. Professor Titular da USP, Professor Sênior da Esalq. Departamento de Entomologia e Acarologia.*

    Sob a fraca e incoerente alegação de que o Brasil é o único país a usar o termo agrotóxico, quer-se alterar esse vocábulo por outro, que os recalcitrantes e influentes personagens de um setor da política nacional e de um grupo que tem a agricultura como mero negócio, querem impor à sociedade brasileira, visando interesses próprios e das corporações a que se submetem, em detrimento do interesse geral da nação.

    Para nós cidadãos, que nos preocupamos com nossa saúde e bem estar, com o futuro de nossos descendentes e de todos aqueles que dependem e põem fé no conhecimento científico, da verdadeira ciência, que traz benefícios para todos e para a natureza e não apenas para uma minoria de oportunistas, tal mudança é inaceitável. Distorcer a realidade dos fatos e ocultar seus interesses particulares fazendo crer ser impróprio um termo tão consagrado e difundido, que faz parte de todas as leis, federal, estaduais e municipais referentes ao assunto, sendo do domínio e entendimento públicos, por outro imposto para confundir e mascarar a verdadeira natureza tóxica desses produtos é atitude reprovável e inadmissível.

    Continue a leitura » »


  • Publicado em 19/10/2021 às 16:57

    image.png

    WEBINÁRIO Nutrição com Ciência
    No dia 21 de outubro às 15h, o Fórum Nacional de Coordenadores de Pós-Graduação em Alimentação e Nutrição, com apoio do Grupo de Trabalho em Pesquisa, conduzirá a discussão sobre “Revisões Sistemáticas e Metanálise na Ciência da Nutrição: Aplicações, limitações e perspectivas. Prof. Nassib Bezerra Bueno.
    Link da transmissão: https://youtu.be/i7Y4Ylyz7c0
    Vale a pena participar!
    Fórum – Gestão 2020-2022
    GT – Pesquisa
    #nutrição #pesquisa #GBD #alimentaçãocoletiva #pós-graduação


  • Renato Janine Ribeiro: Não há desenvolvimento sem ciência : Revista Pesquisa Fapesp

    Publicado em 15/10/2021 às 10:40

    Renato Janine Ribeiro, professor sênior do Departamento de Filosofia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, tomou posse em julho como o novo presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Ex-ministro da Educação (2015) e responsável pelas avaliações trienais da pós-graduação brasileira em 2004 e 2007, quando foi diretor de avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Janine Ribeiro vai comandar até 2023 a entidade que há 72 anos tem sido uma importante porta-voz da comunidade científica brasileira. Na entrevista concedida a Pesquisa FAPESP, ele fala de seus planos à frente da instituição, do papel da SBPC no atual momento político do país e do combate ao negacionismo científico.
    A SBPC foi uma voz influente da comunidade científica no processo de redemocratização do país e no congresso constituinte. Que papel ela pode cumprir na atual conjuntura do país?

    Leia na íntegra.


  • NUPPRE participa do IX Congreso Iberoamericano de Investigación Cualitativa en Salud

    Publicado em 11/10/2021 às 13:41

    A doutoranda Anice Milbratz de Camargo, orientada pela professora Giovanna Medeiros Rataichesck Fiates, apresentou resultados parciais de seu projeto de tese intitulado “Mídias sociais no contexto da socialização culinária: estudo multimétodos sobre conteúdo veiculado e utilização por adultos jovens fundamentado na Teoria Social Cognitiva”, desenvolvida no âmbito do NUPPRE.


  • Publicado em 11/10/2021 às 8:45