Pequeno Guia Sobre o Professor das Universidades Públicas no Brasil – Observatório do Conhecimento

15/10/2019 07:48

Na semana do Dia do Professor, o Observatório do Conhecimento publica este pequeno guia sobre a realidade dos professores universitários no Brasil. Nosso objetivo é combater mitos e mentiras que são disseminadas nas redes e por autoridades que deveriam zelar por aqueles que são os principais responsáveis por fazer das universidades públicas as melhores do país.

Acesse o material na íntegra aqui.

Boletim de Preços dos Orgânicos no Varejo de Florianópolis. Em defesa da Universidade Pública

07/10/2019 10:36

Frente aos ataques às Universidades Públicas construímos um Boletim em sua defesa.  Mostramos links dos laboratórios do CCA/UFSC e o que neles é feito para a agroecologia.  Reiteramos que o formato das Universidades é inegociável e o quão dramático poderá ser um país onde a educação deixa de ser pública, de qualidade e gratuita, acessível a todas as camadas da população.

As ilustrações que fazem parte da composição desse Boletim são obras da pintora brasileira Tarsila do Amaral:

Primeira Página  “Abaporu” (1928). Obra símbolo do Movimento Modernista Brasileiro, surge nas entranhas dos ideais de construção de uma nação soberana e independente. Seus enormes pés e braços sugere a super valorização do trabalho braçal, e sua pequena cabeça significa a falta de pensamento crítico.

Páginas centrais “O Urutu” (1928) também conhecida como O ovo – A cobra grande é um animal que assusta e tem poder de deglutição. Além disso, apresenta-se também o ovo, uma gênese, o nascimento de algo novo.

Pra a última página “A Lua” (1928)  esse quadro ressalta ao imaginário brasileiro, aos sonhos, aos delírios e às esperanças que carregamos na alma.

 Esperamos que a leitura desse informativo some em cada um de vocês uma esperança e uma vigorosa reflexão!

Nos colocamos a disposição para qualquer esclarecimento.

 É sempre um prazer compartilhar nosso trabalho!

Forte Abraço

Marlene Grade e Carolina Mergen

Estudo revela importância econômica e social da UFSC para o estado

07/10/2019 10:33

Além do ensino, pesquisa e extensão, universidade gera sozinha quase 10 mil empregos diretos 

O Núcleo de Estudos de Economia Catarinense (Necat) publicou um estudo preliminar sobre a importância econômica e social da UFSC para o estado de Santa Catarina, destaca o Notícias UFSC. Elaborado pelo professor Lauro Mattei e pelos estudantes Mateus Victor Fronza e Vicente Loeblein Heinen, a pesquisa aponta que o funcionamento da universidade vai além dos impactos na vida de estudantes, professores e técnicos-administrativos.

Segundo levantamento, em 2018 existiam 624 grupos de pesquisa ativos na UFSC. No mesmo ano foram disponibilizadas 822 bolsas de pesquisa vinculadas ao CNPq e investidos R$ 17 milhões em políticas de permanência estudantil, com destaque para o Programa de Bolsa Permanência da universidade que atendeu cerca de dois mil estudantes. O pagamento mensal de bolsas e benefícios como esses geram, direta ou indiretamente, efeitos positivos na economia local, enfatiza o estudo.

Responsável por uma cadeia produtiva que envolve diversos segmentos profissionais e empresas prestadoras de serviços, a UFSC sozinha gera quase 10 mil empregos diretos. Dos 295 municípios catarinenses, 166 têm população inferior a 10 mil habitantes. Ou seja,  volume de empregos diretos gerados pela UFSC, apenas no Campus Florianópolis, é superior à população de cada uma dessas cidades.

Caso não existissem esses empregos proporcionados pela UFSC, a taxa de desocupação passaria de 6% para mais de 10%. Com isso, mais uma vez corrobora-se a grande importância econômica e social da UFSC, não somente para Florianópolis e região metropolitana.

Inserida entre diversos bairros, a universidade agrega ainda serviços que são prestados a toda comunidade. Assim, nessa área estão localizadas agências bancárias e dos Correios que também geram um número expressivo de empregos e dezenas de outras empresas que prestam serviços à própria UFSC (fornecedores de materiais de limpeza, de materiais para laboratórios, de equipamentos eletrônicos, de produtos alimentares para o Restaurante Universitário (RU) e do HU, de equipamentos de transportes etc). Além disso, nos arredores da Universidade também se organizou uma vasta rede comercial que encontra nos membros da comunidade universitária seu público consumidor.

O estudo do Necat ressalta ainda que as ações da universidade impactam diretamente no processo de democratização do acesso ao conhecimento produzido nas instituições, cuja função primordial é contribuir com soluções para os graves problemas enfrentados pela população brasileira.

Portanto, não resta dúvida que todos esses aspectos geram efeitos econômicos e sociais indiretos para o conjunto da sociedade e decorrem, em grande parte, da existência e das ações da UFSC. São visíveis os efeitos irradiadores da Universidade sobre a sociedade local e, de certa forma, também na estadual.
Leia o estudo completo aqui

Fonte: Notícias UFSC 

http://www.apufsc.org.br/Noticias.aspx?mode=detail&RowId=HupxFormContentID=10989&HupxFormContentID=10989&HupxFormContentType=2

UFSC – Traduzindo Ciência Ep. 5 – Rotulagem de Alimentos

01/10/2019 09:51

No quinto episódio da série. a professora Ana Carolina Fernandes explica como funciona a pesquisa de avaliação de modelos de rotulagem de alimentos embalados no Brasil. O objetivo é fornecer subsídios técnicos e científicos em relação às diferentes propostas regulatórias relacionadas à rotulagem nutricional de alimentos embalados comercializados no Brasil.

Guia para contribuição | Consulta pública sobre uso de gordura trans

30/09/2019 14:29

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) iniciou uma consulta pública com o objetivo de definir o uso de gorduras trans industriais em alimentos, que estará aberta até o dia 07/10/2019. Considerando a possibilidade de contribuição da sociedade, o Núcleo de Pesquisa de Nutrição em Produção de Refeições da Universidade Federal de Santa Catarina (NUPPRE/UFSC) elaborou o presente documento a fim de auxiliar para que as contribuições tenham base científica. Sinta-se livre para copiar os argumentos utilizados nesse guia para estruturar a sua contribuição.

UFSC lidera quesito ‘citações’ entre universidades brasileiras, aponta ranking internacional

19/09/2019 14:12

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) é a instituição brasileira de ensino superior mais bem colocada no critério ‘citações’, de acordo com o ranking internacional de universidades do Times Higher Education (THE), divulgado na última semana. De acordo com a metodologia utilizada pela publicação, o indicador mede a “influência da pesquisa” e focaliza o papel da Universidade em disseminar novos conhecimentos e ideias.

O cálculo leva em conta a média de vezes em que um trabalho foi citado por acadêmicos de todo o mundo. Este ano, o THE empregou como base de dados o indexador Scopus da Elsevier, a partir do qual foram examinadas 77,4 milhões de citações extraídas de 12,8 milhões de artigos, resenhas, anais de conferências, livros e capítulos de livros dos últimos 5 anos. Os dados incluem mais de 23,4 mil periódicos acadêmicos indexados pelo Scopus e todas as publicações indexadas entre 2014 e 2018.

Continue a leitura na fonte: https://noticias.ufsc.br/2019/09/ufsc-e-universidade-brasileira-mais-citada-em-trabalhos-academicos-aponta-ranking-internacional/

Bloqueio da Capes ainda atinge 93 bolsas de pós-graduação da UFSC

19/09/2019 14:11

“A UFSC teve, ao todo, 248 bolsas de pós-graduação bloqueadas, incluindo as de mestrado, doutorado e de pós-doutorado, vinculadas à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC), tornando-se, assim, a instituição com maior perda de cotas de bolsas no país. Desse número, até o momento, 155 foram devolvidas, restando 93 bolsas cortadas durante o ano de 2019”, salienta a pró-reitora Cristiane Derani, gestora da área na Universidade.

A pós-graduação na UFSC é reconhecida, nacional e internacionalmente, pela sua excelência. Prova disso é que, recentemente, quatro teses defendidas por estudantes da instituição receberam o “Prêmio Capes de Tese 2019” e quatro menções honrosas. Além disso, no ranking da revista inglesa Times Higher Education (THE), divulgado no último dia 11 de setembro, a UFSC foi classificada como a 3a melhor entre as federais e a 5a melhor universidade do Brasil. Diante deste cenário, a pró-reitora, que também preside a Câmara de Pós-Graduação (CPG), reforça o compromisso desse colegiado “em defender a qualidade e o aprimoramento da pós-graduação, principalmente em momentos de incertezas e insegurança financeira”.

Continue a leitura na fonte: https://noticias.ufsc.br/2019/09/bloqueio-da-capes-ainda-atinge-93-bolsas-de-pos-graduacao-da-ufsc/

Guia sobre os impactos dos disruptores endócrinos à saúde

17/09/2019 15:31

Compartilhamos link de acesso a material sobre os impactos dos disruptores endócrinos à saúde, publicado pela Endocrine Society (https://www.endocrine.org/) em conjunto com a ONG IPEN – a toxics-free future (https://ipen.org/).

 O documento foi traduzido pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) e foi lançado no Brasil durante a conferência de uma das autoras do guia, Michele Andrea La Merril (University of California at Davis), no Congresso Brasileiro de Atualização em Endocrinologia e Metabologia, que aconteceu em Florianópolis, no mês de agosto de 2019.

 Na mesma semana do evento, Michele esteve na UFSC apresentando a palestra “Global health impacts of exposure to endocrine-disrupting chemicals” e divulgou a publicação.

 Link de acesso: https://www.endocrino.org.br/media/uploads/PDFs/ipen-intro-edc-v1_9h-pt-print.pdf

Nota técnica alerta para riscos de projeto que inclui doce de leite na merenda escolar – Sul 21

17/09/2019 13:30

Centro Colaborador em Alimentação e Nutrição do Escolar (CECANE/ UFRGS) e o Departamento de Nutrição da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) divulgaram uma nota técnica alertando para os riscos envolvendo o projeto 385/2006, proposto pelo deputado estadual Edson Brum (MDB), que inclui o doce de leite da dieta da merenda escolar na rede estadual de ensino. O projeto foi aprovado na Assembleia Legislativa gaúcha por 33 votos favoráveis e 11 contrários.

O CECANE UFRGS e o Departamento de Nutrição destacam que, de acordo com a Nota Técnica nº 01/2014 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que dispõe sobre a restrição da oferta de doces e preparações doces na alimentação escolar, “o doce de leite é compreendido como alimento restrito por conter alto teor de açúcar, característica essa associada ao aumento da obesidade e outras alterações metabólicas”.

A nota também questiona  o parecer da Comissão de Constituição e Justiça, n° 34/2019 da Assembléia Legislativa Estadual, que classifica o doce de leite como é um alimento “notadamente rico em nutrientes” e “inegavelmente protéico”, “indicado especialmente para os alunos do ensino fundamental”.

Continue lendo na fonte: https://www.sul21.com.br/ultimas-noticias/geral/2019/09/nota-tecnica-alerta-para-riscos-de-projeto-que-inclui-doce-de-leite-na-merenda-escolar/

Quinze universidades públicas produzem 60% da ciência brasileira – Jornal da USP

06/09/2019 14:03

Quinze universidades — todas elas públicas — produzem mais da metade da ciência brasileira, segundo um relatório preparado pela empresa Clarivate Analytics e divulgado nesta semana, em Brasília. As três universidades estaduais paulistas (USP, Unesp e Unicamp) encabeçam a lista, com mais de 100 mil trabalhos científicos publicados no período de seis anos contemplado pelo estudo (2013-2018).

As outras 12 instituições são 11 universidades federais e 1 estadual, do Rio de Janeiro. Juntas, essas 15 universidades são responsáveis por mais de 60% do conhecimento científico produzido no País, segundo o relatório. O levantamento foi feito a pedido da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), do Ministério da Educação (MEC). Veja a íntegra do relatório aqui: Research in Brazil: Funding Excellence

Continue lendo na fonte: https://jornal.usp.br/universidade/politicas-cientificas/15-universidades-publicas-produzem-60-da-ciencia-brasileira/

Livro desmonta ideia de que alimentação é questão de escolhas individuais

04/09/2019 13:37

Percebi que havia alguma coisa muito errada com nosso sistema alimentar quando um amigo pediu um suco de uva no bar. A lata estava cheia de letrinhas que eu não entendia, e decidi vasculhar pela origem: Coreia do Sul. “Esse suco vem com pedaços de uva de verdade”, ele se justificou.

Qual era o sentido de um suco que precisava viajar dezenas de milhares de quilômetros? Não era uma questão de ufanismo: é uma questão de que um suco com pedaços de uva pode ser feito em qualquer lugar que tenha uva. No caso, o Brasil.

(mais…)

Sem Estado, periferias criam alternativas para democratizar alimento livre de veneno

03/09/2019 08:36

Ainda que o direito ao alimento adequado e saudável faça parte do artigo 25 da Declaração Universal dos Direitos Humanos e a alimentação de boa qualidade esteja prevista no artigo 6º da Constituição Federal, o consumo de produtos sem veneno ainda se limita a uma parcela abastada da população, como mostrado na primeira reportagem do Joio sobre acesso a orgânicos.

Entre as dificuldades enfrentadas pelas populações das periferias, sobretudo das grandes cidades, uma das principais barreiras é física: a falta de acesso a feiras livres e a estabelecimentos que comercializam produtos a preços mais acessíveis.

(mais…)

Se você tem diabetes tipo 2 está convidado para participar de uma pesquisa do Programa de Pós-graduação em Nutrição (PPGN) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

02/09/2019 14:06

Esta pesquisa faz parte da minha dissertação de mestrado e será conduzida por mim, Clarice Elpo.

Durante os nossos encontros, serão realizadas 5 oficinas culinárias práticas (com duração aproximada de 3 horas) e 1 oficina de compra e seleção de alimentos em um local de comercialização de alimentos do município de Florianópolis.

As preparações que serão realizadas e os temas abordados durante as oficinas culinárias serão diretamente voltados ao público com diabetes tipo 2.Destacamos que a participação nas oficinas é gratuita, não acarretando em custos aos participantes.
As oficinas ocorrerão no Laboratório de Técnica Dietética da UFSC entre o fim de setembro e novembro, em dias e horários à serem marcados.

Sua participação é muito importante!
Em caso de dúvidas, entre em contato pelo e-mail: cleomarifer@gmail.com ou pelo telefone (48) 3221-2219 (whats App).

Desde já agradeço!

Link para inscrição: https://forms.gle/QAZqMWbQnSFk5F9h7

Produção mais visível

01/09/2019 21:35

Os repositórios institucionais, grandes bancos de dados nos quais as universidades armazenam e disponibilizam ao público sua produção científica, começam a ganhar expressão no país. Um exemplo é o da Universidade Estadual Paulista (Unesp), que foi criado em 2013 e hoje dispõe de cópias de 39,8 mil artigos publicados em acesso aberto (quase 40% deles vinculados a projetos apoiados pela FAPESP) e 37 mil em acesso restrito. De acordo com Flavia Bastos, coordenadora das bibliotecas da Unesp e coordenadora-executiva do repositório da instituição, o trabalho vem rendendo frutos. “A visibilidade das pesquisas foi acentuada e se tornou fácil encontrar artigos do repositório em sites de buscas como o Google”, diz.

(mais…)

Seminário teórico prático: Elaboração de projeto de pesquisa com ênfases na elaboração de cronograma

22/08/2019 15:01

Ministrante: Panmela Soares, Pós-doutoranda do PPGN

Supervisora: Professora Suzi Barletto Cavalli.

 Dia: 29 de agosto

Horário: 14h – 18h

Local: Sala H203

Programação:

14h – Relato de experiência sobre a elaboração de projeto de pesquisa no exterior

15h – Debate sobre a elaboração de cronograma

16h – Instrumentalização para a utilização de programa informático para elaboração de cronograma de pesquisa

Inscrições: https://forms.gle/NsPLqUo6GcYMKceM7

Mais informações