Atlas das Situações Alimentares: a disponibilidade domiciliar de alimentos e a fome no Brasil contemporâneo

24/11/2021 07:41

Elaborado por José Raimundo Sousa Ribeiro Junior (geógrafo), Mateus de Almeida Prado Sampaio (geógrafo), Daniel Henrique Bandoni (nutricionista) e Luiza De Carli (designer), o atlas apresenta uma síntese das situações alimentares e analisa a evolução da fome e do risco de fome no país. Com base em um debate conceitual sobre a disponibilidade de alimentos e a fome e por meio de representações gráficas e cartográficas, seu objetivo é contribuir para o entendimento e superação dos problemas relativos à alimentação.

O atlas em formato digital tem acesso aberto e está disponível aqui.

O CPPNAC (UNIFESP) convida para o lançamento do Atlas das Situações Alimentares: a disponibilidade domiciliar de alimentos e a fome no Brasil contemporâneo. O lançamento será transmitido ao vivo no dia 26 de novembro (sexta-feira) às 18h no canal do CPPNAC no youtube.

No lançamento, os autores apresentarão as principais características do atlas e debaterão seu processo de elaboração. Em seguida, teremos um momento reservado para perguntas e respostas.

Seminário sobre Obesidade Infantil e Ambiente Alimentar Escolar e Publicidade de Alimentos

17/11/2021 14:22

Nos dias 9 e 10 de dezembro, o Grupo de Estudos, Pesquisas e Práticas em Ambiente Alimentar e Saúde (GEPPAAS) da UFMG vai realizar o Seminário Obesidade infantil e a pesquisa no Brasil: Estudo do impacto da regulação do ambiente alimentar escolar e da publicidade de alimentos.

O evento será transmitido no canal do YouTube da Escola de Enfermagem da UFMG e ocorrerá das 16h00 às 18h30. As incrições podem ser feitas até 8/12 pelo link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfNFFDwYCFfsWEtvUUAt3FHOLTCDYF-hs87QgXJLd8IAHdBOA/viewform

A seguir vocês encontram a programação e mais informações podem ser acessadas em http://www.enf.ufmg.br/index.php/noticias/2306-seminario-gratuito-sobre-obesidade-infantil-e-a-pesquisa-no-brasil-tem-inscricoes-abertas:

9/12/2021

– 16h00-16h10: Abertura do evento
– 16h10-16h40: Conferência Magna: Ambiente alimentar e obesidade infantil no Brasil: evidências atuais e como avançar na pesquisa científica Palestrante: Dra Luana Caroline dos Santos – UFMG
– 16h40-18h20: Mesa: Metodologias para avaliação da obesidade infantil, ambiente alimentar escolar e publicidade de alimentos dirigida à criança Palestrantes: Dra Juliana Farias de Novaes – UFV, Doutoranda Lúcia Helena Almeida Gratão – UFMG, Doutoranda Juliana de Paula Matos – UFMG Moderação: Bruna Vieira de Lima Costa – UFMG
– 18h20-18h30: Encerramento do primeiro dia do evento
10/12/2021
– 16h00-16h10: Abertura do segundo dia do evento
– 16h10-17h50: Mesa: Obesidade infantil e análise de impacto de políticas públicas
Palestrantes: Dr Ivan Ricardo Zimmermann – UNB, Dra Ariene Silva do Carmo – CGAN, Dra Laís Amaral Mais – IDEC
Moderação: Rafael Moreira Claro UFMG
– 17h50 18h20: Debate: avanços e desafios da pesquisa sobre ambiente alimentar escolar e publicidade de alimentos dirigida à criança
Palestrantes: Dra Paula Martins Horta UFMG, Dra Larissa Loures Mendes UFMG
Moderação: Dra Milene Cristine Pessoa UFMG
– 18h20 18h30: Encerramento

Em defesa da ciência, com ética, escrevem ex-integrantes da CNTBio

12/11/2021 08:25

Em atenção à nota “O STF julga um atentado à ciência brasileira“, na condição de pesquisadores e ex-integrantes desta Comissão, afirmamos o que segue. A nota refere-se à ação direta de inconstitucionalidade (ADI) ajuizada em 2005 que questiona um conjunto de dispositivos da Lei de Biossegurança e foi publicada no Poder360 em 4 de setembro de 2021, assinada por ex-presidentes da CTNBio (Comissão Técnica Nacional de Biossegurança)….

Leia na íntegra.

Por que agricultores brasileiros estão deixando de plantar feijão – e o que isso tem a ver com a fome

09/11/2021 14:47

Quem vê as plantações de soja a perder de vista no horizonte de Capão Bonito, no interior de São Paulo, não imagina que esta era, até o início dos anos 2000, a “capital do feijão”.

Nas últimas duas décadas, uma série de fatores mudou o perfil das lavouras da região e contribuiu para que o feijão perdesse espaço. Literalmente: nas estimativas do engenheiro agrônomo Nélio Masayuki Uemura, da Cooperativa Agrícola de Capão Bonito, a área plantada encolheu de 15 mil hectares para cerca de 3 mil hectares.

Entre os fatores que explicam a mudança está a praga da mosca branca, que chegou por volta do biênio entre 2000 e 2001 e praticamente inviabilizou uma das duas safras de feijão cultivadas todo ano pelos produtores da região. Outro determinante foi a inserção do Brasil nas grandes cadeias de commodities.

Leia na íntegra.

O PORQUÊ DO TERMO AGROTÓXICO

21/10/2021 13:55

ADILSON D. PASCHOAL, Ph.D. Professor Titular da USP, Professor Sênior da Esalq. Departamento de Entomologia e Acarologia.*

Sob a fraca e incoerente alegação de que o Brasil é o único país a usar o termo agrotóxico, quer-se alterar esse vocábulo por outro, que os recalcitrantes e influentes personagens de um setor da política nacional e de um grupo que tem a agricultura como mero negócio, querem impor à sociedade brasileira, visando interesses próprios e das corporações a que se submetem, em detrimento do interesse geral da nação.

Para nós cidadãos, que nos preocupamos com nossa saúde e bem estar, com o futuro de nossos descendentes e de todos aqueles que dependem e põem fé no conhecimento científico, da verdadeira ciência, que traz benefícios para todos e para a natureza e não apenas para uma minoria de oportunistas, tal mudança é inaceitável. Distorcer a realidade dos fatos e ocultar seus interesses particulares fazendo crer ser impróprio um termo tão consagrado e difundido, que faz parte de todas as leis, federal, estaduais e municipais referentes ao assunto, sendo do domínio e entendimento públicos, por outro imposto para confundir e mascarar a verdadeira natureza tóxica desses produtos é atitude reprovável e inadmissível.

(mais…)

19/10/2021 16:57

image.png

WEBINÁRIO Nutrição com Ciência
No dia 21 de outubro às 15h, o Fórum Nacional de Coordenadores de Pós-Graduação em Alimentação e Nutrição, com apoio do Grupo de Trabalho em Pesquisa, conduzirá a discussão sobre “Revisões Sistemáticas e Metanálise na Ciência da Nutrição: Aplicações, limitações e perspectivas. Prof. Nassib Bezerra Bueno.
Link da transmissão: https://youtu.be/i7Y4Ylyz7c0
Vale a pena participar!
Fórum – Gestão 2020-2022
GT – Pesquisa
#nutrição #pesquisa #GBD #alimentaçãocoletiva #pós-graduação

Renato Janine Ribeiro: Não há desenvolvimento sem ciência : Revista Pesquisa Fapesp

15/10/2021 10:40

Renato Janine Ribeiro, professor sênior do Departamento de Filosofia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, tomou posse em julho como o novo presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Ex-ministro da Educação (2015) e responsável pelas avaliações trienais da pós-graduação brasileira em 2004 e 2007, quando foi diretor de avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Janine Ribeiro vai comandar até 2023 a entidade que há 72 anos tem sido uma importante porta-voz da comunidade científica brasileira. Na entrevista concedida a Pesquisa FAPESP, ele fala de seus planos à frente da instituição, do papel da SBPC no atual momento político do país e do combate ao negacionismo científico.
A SBPC foi uma voz influente da comunidade científica no processo de redemocratização do país e no congresso constituinte. Que papel ela pode cumprir na atual conjuntura do país?

Leia na íntegra.

NUPPRE participa do IX Congreso Iberoamericano de Investigación Cualitativa en Salud

11/10/2021 13:41

A doutoranda Anice Milbratz de Camargo, orientada pela professora Giovanna Medeiros Rataichesck Fiates, apresentou resultados parciais de seu projeto de tese intitulado “Mídias sociais no contexto da socialização culinária: estudo multimétodos sobre conteúdo veiculado e utilização por adultos jovens fundamentado na Teoria Social Cognitiva”, desenvolvida no âmbito do NUPPRE.

O que a UFSC tem feito durante a pandemia?

30/09/2021 12:59

As ações da UFSC durante a pandemia de Covid-19 são destaque em um novo vídeo, elaborado pela Agência de Comunicação da UFSC. O vídeo foi lançado nesta terça-feira, dia 28 de setembro, e está disponível no YouTube e nas redes sociais oficiais da Universidade.

Quais foram as principais pesquisas que surgiram desde março de 2020?

Como a UFSC atua na linha de frente no combate à pandemia por meio do Hospital Universitário e como parceira da vacinação?

Como a UFSC se adaptou para oferecer seu currículo de forma não presencial?

Como a UFSC se prepara para as próximas etapas de retomada?

O Joio e o Trigo – Admirável mundo doce

24/09/2021 16:52

Compartilhamos o episódio da série Prato Cheio do Joio e o Trigo sobre açúcares e a indústria de alimentos industrializados. Uma das entrevistas deste episódio é Tailane Scapin, que falou sobre sua pesquisa desenvolvida no âmbito do NUPPRE durante seu mestrado e doutorado no Programa de Pós-Graduação em Nutrição da UFSC.

1º Congresso Brasileiro de Divulgação Científica

23/09/2021 10:10

O Congresso, de 27 a 30 de setembro de 2021, está estruturado em um Comitê Organizador e um Comitê Técnico-Científico. Sua programação segue três linhas de abordagem da divulgação científica – reflexões, formação e práticas –, que serão explanadas por meio de palestras e mesas-redondas, além de minicursos e apresentação de trabalhos e de cases.

Saiba mais.

Estudo analisa cenário e perspectivas do sistema alimentar brasileiro frente à pandemia de Covid-19

23/09/2021 10:08

Pesquisadores(as) da Unifesp, da UFSC e do Ministério do Meio Ambiente (MMA) avaliam como a pandemia torna evidente os impactos negativos dos sistemas alimentares na economia, meio ambiente e saúde pública

Por Matheus Campos

Os sistemas alimentares resilientes são estratégicos para a soberania de uma nação, em especial nos tempos de crises sanitárias. No entanto, o sistema alimentar dominante no Brasil demonstra algumas fragilidades que são nocivas e férteis para o desencadeamento de crises – como a atual, diante da pandemia de covid-19. Esse cenário foi analisado em uma publicação de pesquisadores(as) das universidades federais de São Paulo (Unifesp), de Santa Catarina (UFSC) e do Ministério do Meio Ambiente (MMA).

Leia na íntegra.

Novas regras para medir qualidade

16/09/2021 19:09

Acomunidade científica dos Países Baixos trava uma disputa que promete reverberar na forma como são avaliados a qualidade do trabalho e o desempenho de pesquisadores em outras partes do mundo. A controvérsia teve início em junho, quando a Universidade de Utrecht, a mais antiga e bem ranqueada instituição de ensino superior holandesa, anunciou uma reforma em suas regras de contratação e promoção, abolindo o uso de indicadores bibliométricos como o fator de impacto (FI) para mensurar a relevância da produção de seus docentes. Calculado pelo número de citações que um artigo recebe nas referências bibliográficas de outros artigos, o FI é adotado, por exemplo, para examinar o prestígio de periódicos científicos – a empresa Clarivate Analytics atualiza anualmente o Journal Citation Reports, base de dados que estima o fator de impacto médio de mais de 10 mil revistas. O FI é considerado em diversas disciplinas como um bom sinalizador da repercussão que um artigo teve entre especialistas de sua área e se tornou matéria-prima para outros indicadores, como o índice h – que combina o número de artigos de um autor com a frequência de citações desses manuscritos.

Leia na íntegra.

Grande parte da Cúpula de Sistemas Alimentares da ONU é construída sobre uma fantasia”, afirma relator-especial da ONU – Alimentando Políticas

31/08/2021 13:30

O relator-especial sobre direito à alimentação do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) Michael Fakhri, criticou a ausência de temas relacionados à pandemia de Covid-19 na pauta da Cúpula de Sistemas Alimentares, que será realizada em 23 de setembro.

“O grande e mais substancial problema com a Cúpula é que ela vai encaminhar propostas de como transformar os sistemas alimentares mundiais ignorando o fato de que estamos em meio a uma pandemia global”, disse Fakhri ao apresentar o resumo do relatório formulado por ele sobre a Cúpula.

Leia na íntegra.

18/08/2021 11:49

Gostaríamos de convidá-los a participarem da SEMANA DE ACOLHIMENTO PPGN 2021, que este ano está especial por marcar também a ABERTURA DA COMEMORAÇÃO DOS 20 ANOS DO PPGN

A semana de acolhimento do PPGN-UFSC, que ocorrerá de 30 de agosto (segunda-feira) a 03 de setembro (sexta-feira) de 2021, será um evento aberto e totalmente online, gratuito e com certificado da UFSC. Para tanto, pedimos que tanto o público externo quanto discentes e docentes do PPGN se inscrevam pelo link (para gerarmos os certificados): https://forms.gle/xyRKRdnDe2xSP9Es5

Destacamos, na programação, a Aula Inaugural do PPGN – turmas 2020 e 2021, no dia 01/09 às 10:30, com a profa Dra Maria Teresa A. Olinto (Professora Titular da Unisinos e professora associada da UFRGS; Bolsista PQ CNPq desde 2000, membro do comitê Saúde Coletiva e Nutrição no CNPq), que nos prestigiará abordando a temática “Formação de um pesquisador: gestão e financiamento. Uma experiência na área da Nutrição”

O evento será transmitido ao vivo pelo Canal do PPGN no YouTube. Nesses cinco dias de evento teremos palestras, aulas abertas de disciplinas do PPGN, Seminários, Relatos de experiência de sucesso, com palestrantes nacionais e internacionais. Serão abordados temas relacionados à gestão de carreira de pesquisador, boas práticas de pesquisa, covid e alimentação, doutorado sanduíche e muito mais.

Esperamos por você!

Confira a programação completa no nosso site e nas redes sociais:

Site: https://ppgn.ufsc.br/

Instagram: @ppgn.ufsc

Facebook: https://www.facebook.com/ppgn.ufsc

SBPC – NOTA PUBLICA SOBRE O DESMANCHE DA ESTRUTURA DA CAPES

06/08/2021 21:34

A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) emitiu uma nota pública em que trata do desmanche da estrutura da Capes. Nesta semana, a presidente do órgão, Claudia Mansani Queda de Toledo, nomeou para a diretoria de Relações Internacionais Lívia Pelli Palumbo, uma advogada e professora que ainda nem terminou o doutorado. A nova diretora é orientanda de Claudia na pós-graduação no Centro Universitário de Bauru, instituição de ensino que é da família da presidente da Capes e onde também estudou o ministro da Educação, pastor Milton Ribeiro.

Leia na íntegra.

Em 95% dos artigos científicos, inglês cria ‘ditadura da língua’. Apenas 1% está em português e espanhol | Ciência | EL PAÍS Brasil

31/07/2021 10:37

Do total de artigos publicados em revistas científicas em 2020, 95% foram escritos em inglês e somente 1% em espanhol e português. É o que revelou o pesquisador principal do Real Instituto Elcano, Ángel Badillo, durante a apresentação das primeiras conclusões de um relatório sobre diversidade linguística na ciência em Espanha, Portugal e América Latina realizado pela Organização de Estados Ibero-americanos (OEI) em colaboração com o instituto.

Leia na íntegra.

Produção brasileira de artigos cresce 32% em 2020 em relação a 2015

24/07/2021 19:41

Dados consolidados pelo Observatório em Ciência, Tecnologia e Inovação (OCTI) e pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) mostram que a produção brasileira de artigos científicos cresceu 32,2% no ano de 2020 em relação ao ano de 2015. No mesmo período, a produção global de artigos cresceu 27,1%. O estudo, intitulado Panorama da Ciência Brasileira 2015-2020, foi apresentado por pesquisadores do CGEE durante sessão especial da 73ª Reunião Anual da SBPC, realizada nessa terça-feira, 20 de julho.

Leia na íntegra.

Semlaamb | III Seminário Latino-Americano sobre Ambiente Alimentar e Saúde | III Seminário Latino Americano sobre Ambiente Alimentar e Saúde – 3ª Edição

24/07/2021 19:32

Trata-se de um evento de caráter técnico-científico que tem como objetivos reunir pesquisadores, estudantes, profissionais, gestores, ativistas das áreas de Nutrição e Saúde Pública que estudam a relação entre ambiente alimentar e saúde. Este seminário visa disseminar novos conhecimentos para a sociedade, comunidade acadêmica e formuladores de políticas públicas, bem como suscitar reflexões sobre os novos desafios inerentes ao tema.

Este evento teve suas duas primeiras edições, na modalidade presencial, sediadas na cidade do Rio de Janeiro. Esse ano, em virtude da pandemia de COVID-19, iremos nos encontrar no formato virtual. Nós esperamos alcançar o maior número de pessoas possível de diferentes países da América Latina e regiões do mundo. O evento será gratuito e as mesas temáticas contarão com tradução simultânea para o idioma Inglês.

Nesta edição, o Comitê Organizador é formado por representantes da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Universidades Federais do Rio de Janeiro (UFRJ), de Santa Catarina (UFSC), de Ouro Preto (UFOP) e de Minas Gerais (UFMG).

Saiba mais aqui.